Primeiro, eu quero que você se aceite como você é. 

É assim que a existência quis que você fosse.  

Não foi você que se criou;  

naturalmente, toda a responsabilidade é da existência.   

E deve haver uma necessidade de uma pessoa como você; 

se não, você não existiria. 

A existência precisa de você como você é.   

 

          First, I want you to acccept yourself as you are. That's how existence wanted you to be. You have not created yourself, naturally the whole responsibility goes to existence. And there must be a need for a person like you; otherwise you would not exist. Existence needs you as you are.

Beyond Enlightenment, # 4